Arte e Campos de Experiência da BNCC

Levar os professores que ensinam Arte a compreender as habilidades relativas às diferentes linguagens artísticas presentes na BNCC.

eliana p
""

Aula 1 - Bebês

Olá, eu sou VITOR JANEI.

Sejam bem-vindos(as) ao curso ARTE E CAMPOS DE EXPERIÊNCIA DA BNCC. Agora, iniciaremos o módulo que aborda o Campo de Experiência CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS, um dos cinco propostos para Educação Infantil, contemplada na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Este campo de experiência trata justamente da centralidade que o corpo ocupa na Educação Infantil. O corpo nos acompanha desde o nascimento à morte. Ele é primordial em nossas vidas e tem um papel importantíssimo na Educação, especialmente nesta idade, na primeiríssima infância, onde os bebês têm suas primeiras descobertas, explorações, expressões, conquistas, decepções, frustrações, emoções. É com o corpo que experimentamos o mundo. É por meio dos sentidos (visão, audição, tato, olfato, paladar), gestos e movimentos que as crianças saboreiam o mundo exterior, o que está fora, além delas: o espaço, o entorno, os objetos, os materiais, as pessoas. Com o corpo nos relacionamos com o outro, com o mundo e com nós mesmos, expressando-nos e construindo conhecimento.

Neste VÍDEO-AULA destacamos, para a faixa etária de 0 a 1 ano e 6 meses, apenas um objetivo de aprendizagem e desenvolvimento. Porém, se quiser, você pode acessar o site do MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA (MEC) e fazer o download da BNCC em sua íntegra, para conhecer os outros objetivos de aprendizagem e compreender como eles estão relacionados. Além disso, é possível acessar os objetivos e textos que falam sobre os outros campos de experiência (TRAÇOS, SONS, CORES E FORMAS; O EU, O OUTRO E O NÓS; ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO).

Para aula de hoje, destacamos o seguinte objetivo de aprendizagem e desenvolvimento: EI01CG03 - IMITAR GESTOS E MOVIMENTOS DE OUTRAS CRIANÇAS, ADULTOS E ANIMAIS. Muito bem, você pode questionar: “Por que isso é importante?” Ou então: “As crianças já não fazem isso o tempo todo, sem mesmo o/a professor/a pedir?”

Sim, é verdade, as crianças estão experimentando os limites e possibilidades do seu corpo o tempo todo, e imitam os gestos, falas, sons e movimentos de outros seres espontaneamente. Aqui, porém, queremos enfatizar a relevância do/a professor/a a criar propostas que tenham o corpo da criança como central.

Ao oportunizar momentos em que a criança brinque de imitar outras crianças, adultos, animais e tantas outras coisas, o/a professor/a propicia a ela a vivência e a exploração de um amplo repertório de movimentos, gestos, olhares, sons e mímicas que produzem conhecimentos sobre si mesma e sobre relações entre ela e o seu universo social e cultural.

Por essas razões, é preciso que a criança tenha tempo, espaço, materiais e liberdade para experimentar o mundo com seu próprio corpo. E não somente um dia ou outro, esporadicamente, ou quando sobrar um tempinho entre as atividades. Essas propostas devem fazer parte da rotina, pois assim, as crianças podem desenvolver uma noção de processualidade e continuidade das ações e sequências, além de compartilharem com o/a professor/a seus desafios e conquistas diários nessa experiência linda que é viver.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Brasil. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular – BNCC. Brasília, DF, 2016.
________. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil. Secretaria de Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, 2010.

AGORA, QUE TAL COMPREENDER COMO ESSE OBJETIVO
DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO ACONTECE NA PRÁTICA DA SALA DE AULA?

PARA ISSO, LEIA O PLANO DE AULA ABAIXO, CRIADO ESPECIALMENTE PARA O NOSSO CURSO:

OBJETIVO(S) DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO(S)

(EI01CG03) imitar gestos e movimentos de outras crianças, adultos e animais.

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM

Ampliar o repertório de gestos e movimentos a partir de canções e brincadeiras da cultura popular.

MATERIAIS NECESSÁRIOS

Datashow, computador, internet, rádio, pen drive ou CD, tecido.

ABERTURA

Sugestão de tempo: 15’

ORGANIZAÇÃO

Estamos habituados a usar nossos corpos apenas em atividades diárias e rotineiras, domésticas e laborais:  dormir, acordar, cozinhar, comer, ir ao banheiro, lavar as mãos, escovar os dentes, tomar banho, sentar, levantar, limpar a casa, caminhar e/ou dirigir até o trabalho, sentar, levantar, digitar, ler, desenhar e executar tarefas ligadas à nossa profissão. Mas o corpo não serve apenas para isso, não é apenas uma peça, um utilitário, uma ferramenta. Ele pode ser muito mais, e as crianças sabem disso. Nossos corpos podem tomar outras formas, se transformarem em outras coisas, objetos, pessoas e seres. Todas essas infinitas formas podem ser experimentadas por nós e pelas crianças com o nosso corpo, e são ótimas oportunidades para ampliarmos nossos repertórios de gestos e movimentos e conhecermos nossas capacidades e limites.

Nesta proposta, vamos partir de músicas da cultura popular para experimentarmos diferentes gestos e movimentos de outros seres, objetos, coisas e pessoas. Escolhemos o CACURIÁ como manifestação cultural a ser experenciada pelos/as professores/as, pois suas letras, coreografias, gestos e movimentos estão ligados à fauna, à flora, a elementos da natureza e a ações cotidianas.

Reúna as crianças em roda, sentadas no chão. Contextualize as brincadeiras que serão feitas a seguir, explique quem as realiza, de quais lugares, em que época do ano, por quais motivos. Se possível, mostre e/ou projete fotos, cenas e trechos de vídeo que mostrem a Festa do Divino Espírito Santo no Maranhão. Sugerimos que você comece ensinando a letra da música e sua melodia. Depois de algumas vezes, quando as crianças tiverem memorizando, passe para a dança e a coreografia das brincadeiras propostas. Não faça isso com todas as três de uma só vez. Ensine uma delas, começando com a letra e a melodia, passando pela coreografia. Depois de fazer algumas vezes, passe para a segunda, repetindo os passos anteriores. Por fim, faça a terceira brincadeira.

DESENVOLVIMENTO

Sugestão de tempo: 35’

ORGANIZAÇÃO:

Nós faremos três brincadeiras com seus movimentos e coreografias onde as crianças cantam e dançam: Lavadeira, Caranguejinho e Lanceada dos papagaios.

A brincadeira da lavadeira começa com uma pessoa, no caso a/o professor/a, apontando para um lugar onde o sol nasce e as crianças a/o seguem. Em seguida, ela imita uma velhinha cansada e curvada com uma grande trouxa de roupas sobre a cabeça e um pequeno frasco, pote de água. Durante o refrão todos voltam para a roda e dançam fazendo os gestos sugeridos pela letra da música (lavar, torcer, pendurar, passar, dobrar e guardar). Uma sugestão é você levar um grande tecido para todos/as brincarem de lavar esse pano.

O sol tá nascendo ali
 E eu vi uma velhinha assim Com a trouxa deste tamanho
 E a água pequeninha Lava, lava, lavadeira
 Quanto mais lava mais cheira Lava, lava, lavadeira
 Quanto mais lava mais cheira


Na segunda canção, as crianças dançam em roda girando no sentido horário, uma atrás da outra (como uma fila indiana) e as mãos imitam as garras de um caranguejo. Elas fazem isso durante canção até o/a professor/a dizer “Tá na boca do buraco”. Neste momento, as crianças respondem: “Caranguejo, Sinhá”, e saem da roda, tentando beliscar levemente as pernas das outras crianças. Depois de repetir esse verso algumas vezes, o/a professor/a começa a cantar novamente e as crianças voltam para a roda.

Caranguejinho tá andando, tá andando
 Caranguejinho tá andando, tá andando
 A maré tá cheia. É tempo de lua
 Caranguejinho tá andando, tá andando
 Caranguejinho tá andando, tá andando


Na terceira canção, as crianças precisam dizer nomes de animais para completar a letra da música e imitá-los com seu corpo. Em roda, as crianças dançam abrindo as asas como um papagaio, e aquelas que forem falar nomes de bichos vão até o centro da roda e imitam seus movimentos.

Papagaio saiu do amazonas
 Por cima da mata
 Por cima do mar, papagaio
 Fala que bicho tem lá...
 Fala que bicho tem lá...
 Fala que bicho tem lá...


SISTEMATIZAÇÃO

Sugestão de tempo: 10’

ORGANIZAÇÃO

A partir das brincadeiras propostas o/a professor/a poderá refletir a respeito dos modos como os bebês percebem e reproduzem os gestos e movimentos de outros seres, pessoas e coisas. "Como usam seus corpos para realizar os movimentos e gestos sugeridos pelas canções?" "O que mais lhe chamou a atenção?" "Que movimentos surgiram espontaneamente e que não estavam previstos?" "Que bichos/animais apareceram na “Lanceada dos papagaios”?" Perceba também aquilo que mais gostaram, quais músicas e coreografias.

PARA SABER MAIS

Se você se interessou por essa manifestação cultural maranhense e quer conhecer mais sobre a Festa do Divino Espírito Santo, suas canções, hinos de louvor e outras brincadeiras que acontecem no momento profano, procure pelos nomes mais conhecidos de grupos e compositores/as de cacuriá: Dona Teté, Grupo Pé no Terreiro e Grupo Beija Fulô, sendo os dois últimos formados por maranhenses que residem na cidade de São Paulo.

ASSISTA abaixo o vídeo com as atividades presentes neste PLANO DE AULA, onde você poderá ver, na prática, como trabalhar com o Objetivo de Aprendizagem e Desenvolvimento (EI01EO03) Interagir com crianças da mesma faixa etária e adultos, explorando espaços, materiais, objetos, brinquedos.


Este vídeo foi feito em parceria com a Escola de Sonhos, escola de educação infantil de São Paulo – SP.

Conforme visto no vídeo, brincadeiras cotidianas e presentes nas culturas infantis, como as brincadeiras da lavadeira e do carangueijinho desenvolvem nos bebês a consciência corporal e a interação com os colegas. Atividades como essas permitem que os bebês, gradativamente, compreendam que a linguagem corporal expressa ideias e sentimentos e ao mesmo tempo expandem seu universo cultural, ao aprenderem manifestações das culturas populares. A mediação do professor é essencial, tanto para ensinar novos movimentos corporais como para mediar o aprendizado das crianças, com muito diálogo e carinho.

Obrigado e até a próxima aula!

  Aula anterior Próxima aula  

Compre já e tenha acesso à
todo conteúdo deste curso.
12x de R$ 12 ,05
R$ 120,00 à vista


  Voltar para a página do Curso
Voltar ao topo